domingo, 15 de julho de 2018

3º DESAFIO NACIONAL DE SALVAMENTO E TRAUMA


De 12 à 14 de julho, aconteceu em Curitiba/PR, o 3º DESAFIO NACIONAL DE SALVAMENTO E TRAUMA, organizado pela Associação Brasileira de Resgate e Salvamento (ABRES) em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde do Paraná, SIATE/PR e Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, o encontro serviu de seletiva para classificação de representantes brasileiros para o World Rescue Challenge, que acontecerá em outubro na África do Sul. O Estado do Ceará contou com representantes na modalidade Salvamento Veicular e na modalidade Trauma.

Equipe/CE - Modalidade Salvamento Veicular
Felippe Menezes - Técnico em Enfermagem atua como condutor/socorrista Samu-CE
Francisco Mendes - Bombeiro Militar e Enfermeiro
Francisco A. Rodrigues - Bombeiro Militar e socorrista atuante no Samu Ceará
Francisco Djacyr - Bombeiro Militar
Rui Porto - Médico atuante no CIOPAER, Samu-CE e Samu-FOR

Equipe/CE - Modalidade Trauma (Classificados para WRC)
Alcançaram 2º colocação geral e 1º colocação na categoria desenvolvimento
Francisco Mendes - Bombeiro Militar e Enfermeiro
Francisco A. Rodrigues - Bombeiro Militar e socorrista atuante no Samu Ceará

Os atendimentos foram avaliados por um conjunto de juízes com experiências na áreas de atuação e são analisados inúmeros itens previamente definidos pela organização para as pontuações e posterior definição dos vencedores.

A ABRES

Criada a partir dos princípios que regem a Organização Mundial de Resgate (WRO - World Rescue Organization), que existe desde 1999. A ABRES adotou os objetivos da WRO que visa reunir profissionais e instituições que atuam ou têm interesse nas atividades de resgate, salvamento e atendimento pré-hospitalar (APH).

O objetivo é discutir, treinar e proporcionar o intercâmbio de experiências a fim de desenvolver níveis de proficiência, protocolos de atuação e técnicas de abordagem que possibilitem atendimentos sistematizados e eficazes, com objetivo final de reduzir a mortalidade e morbidade dos acidentes ocorridos no Brasil. É reconhecida como membro e representante brasileiro na WRO, a ABRES dissemina as melhores práticas de resgate e salvamento por meio da formação, treinamento e avaliação de instrutores e monitores. Também é testada a capacidade das equipes e de seus líderes para atuar com quaisquer cenários relativos a acidentes em que seja necessário o desencarceramento, salvamento e suporte de vida, inclusive com simulações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário